11 lugares para viajar no Brasil em 2018.

Programando lugares baratos para viajar no Brasil? Assustado com o câmbio maluco das moedas estrangeiras? Em vez de gastar fortunas com dólares, euros, libras e afins, porque não explorar destinos baratos dentro do país, que em nada perde em beleza, cultura e atrativos para qualquer “concorrente” internacional? De praias paradisíacas a ruínas coloniais, existem destinos baratos no Brasil que cabem no bolso de qualquer viajante.

Para ajudar nessa dificílima tarefa de escolher dentre os melhores destinos no Brasil, listamos a seguir 11 destinos baratos no Brasil para visitar em 2018! Programe-se.

1. Cabo Frio, Rio de Janeiro

Cabo-Frio

Uma das joias da Região dos Lagos carioca, Cabo Frio encanta por suas belas paisagens naturais e povo acolhedor. Dunas de areia branquinha e praias de águas cristalinas fazem a festa dos veranistas – seja para quem quer relaxar e pegar um sol, seja para quem quer mergulhar ou praticar esportes náuticos (surfe e iatismo são hits por lá) e até naturismo! Dá para fazer compras no Boulevard Canal e na Rua dos Biquínis, e curtir a noite animada nos bares da Avenida do Contorno.

E em janeiro, uma atração extra para os foliões: o Cabofolia, a maior micareta e Carnaval fora de época do Rio de Janeiro. Os megashows reúnem multidões na Praia do Forte – no ano passado, nomes como Ivete Sangalo, É o Tchan e Wesley Safadão passaram por lá.

Dica: quando for visitar Cabo Frio, não esqueça de esticar a viagem e passar em Arraial do Cabo, que fica a apenas 13km de distância. Lá, prepare-se para visitar cenários paradisíacos como o de Prainhas, certamente um dos melhores lugares para conhecer no Brasil.

2. Guarapari, Espírito Santo

Guarapari

Um dos destinos mais belos (e baratos) do Espírito Santo, Guarapari fica a 51km da capital Vitória, e esconde belezas naturais estonteantes. Pra começar, são mais de 30 praias, muitas com areias monazíticas, que possuem virtudes terapêuticas, segundo os moradores. Com altas temperaturas o ano todo, há uma boa estrutura turística e uma culinária local deliciosa (destaque para a irresistível e muito popular moqueca capixaba, servida em quase todos os restaurantes da região). Além das praias, outros atrativos do município incluem o Parque Estadual Paulo César Vinha, com mais de 1.500 hectares de rica flora e fauna, lagoas de águas avermelhadas e trilhas.

3. Sirinhaém, Pernambuco

Sirinhaem

Quem vai curtir o Carnaval de Recife e Olinda pode aproveitar para esticar o passeio e conhecer a simpática e aconchegante Sirinhaém, a cerca de 76km da capital pernambucana.

O que a cidade tem de pequena – cerca de 45 mil habitantes – tem de bonita. Praias como Barra do Sirinhaém, Gamela e Guadalupe impressionam por suas extensas faixas de areia dourada e muitos coqueiros, e a Ilha de Santo Aleixo, situada em mar aberto, é um convite para um mergulho preguiçoso em suas águas rasas e quase sem ondas.

O município ainda guarda vários monumentos históricos bacanas, como engenhos de açúcar, igrejas, casarões do século 19 e o Convento de Santo Antônio, construído em 1645.

4. Brumadinho, Minas Gerais

Inhotim

O pequeno município na região metropolitana de Belo Horizonte não tem mais do que 35 mil residentes oficiais, mas está sempre cheio visitantes de todas as partes do Brasil e do mundo. Tudo graças ao Instituto Inhotim, um complexo cultural de renome internacional. Trata-se do maior centro de arte ao ar livre da América Latina, e sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil. Em seus mais de 100 hectares, arte e natureza convivem harmoniosamente, com seus belos jardins botânicos, galerias, lagos ornamentais, decoração arrojada e milhares de espécies de plantas, muitas delas raras (como a flor-cadáver, a maior do mundo).

5. Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul

Bento-Goncalves

Uma visita a Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, revela rapidamente as raízes profundas deixadas pelos imigrantes italianos, preservadas através da arquitetura, cultura e gastronomia. Em especial, os vinhos.

A bebida produzida na região é considerada uma das melhores do Brasil e premiada internacionalmente. Portanto, conhecer as vinícolas espalhadas pelo Vale dos Vinhedos é programa obrigatório por lá, como Miolo e Casa Valduga, testemunhando a produção e degustando vinhos tintos, brancos e espumantes.

Também não dá para perder um passeio pelo chamado Caminhos de Pedra, uma vila cheia de construções em madeira e pedra que abrigam casas de massas, de teares, de erva-mate e capelas.

6. Maragogi, Alagoas

Maragogi

Porta de entrada para os Estados de Alagoas e Pernambuco, Maragogi tem a fama de ser um dos destinos mais baratos do Nordeste, e também um dos mais bonitos. Situado no litoral de Alagoas, a 125km de Maceió, a cidade está em uma Área de Proteção Ambiental (APA) e esbanja belezas naturais de tirar o folego. O principal atrativo, claro, são as praias, com águas cristalinas, extensas faixas de corais e as muitas piscinas naturais – destaque para as de Barra Grande, Taocas e Barreira de Peroba – ideais para quem busca sossego e tranquilidade.

7. Boiçucanga, São Sebastião, São Paulo

Boicucanga-Sao-Sebastiao-Sao-Paulo

Um dos 15 municípios paulistas considerados estâncias balneárias, São Sebastião é também um dos mais acessíveis, graças às opções de hospedagem mais em conta, especialmente em comparação a destinos vizinhos como Maresias e Camburi. Só o que a cidade não economiza é na beleza, com suas dezenas de ilhas e praias. Uma das praias mais bonitas e agradáveis é Boiçucanga, em formato de ferradura, com ótima infraestrutura para turistas e esportistas (especialmente de parapente). E atenção para o fim de tarde: Boiçucanga é uma das poucas praias do Brasil onde o sol se põe no mar – um espetáculo da natureza para não perder!

8. Cambará do Sul, Rio Grande do Sul

Itaimbezinho

A cidade gaúcha que ficou famosa como cenário da série televisiva “A Casa das Sete Mulheres”, entrou de vez na lista dos lugares preferidos dos aventureiros. É lá a sede do Parque Nacional Aparados da Serra, que abriga os maiores cânions do país – destaque absoluto para o Cânion do Itaimbezinho, com seus 5,8km de extensão e 720m de altura. Não tem como não ficar impressionado com as paisagens do parque, que ostenta inúmeras cachoeiras, vales, trilhas e uma fauna que inclui lobos-guará e jaguatiricas. Atenção, porém, para o clima: Cambará também é famosa por ser uma das campeãs de baixas temperaturas no inverno.

9. Caldas Novas, Goiás

Caldas-Novas-Parque-Aquatico_Goias

Uma das estações de águas termais mais conhecidas do país, Caldas Novas serve tanto para quem tem dinheiro para gastar nos resorts, quanto para quem quer economizar e curtir toda a beleza que a natureza local oferece. Exemplo perfeito é o Parque Estadual da Serra de Caldas Novas, que tem vegetação típica da região e fontes de água quente que se tornaram cachoeiras. As piscinas naturais de água quente têm temperaturas entre 30ºC e 57ºC, e atraem aqueles em busca dos seus efeitos terapêuticos. Já o Parque Aquático da Lagoa de Pirapitinga é muito popular entre crianças e famílias. Outro ponto positivo é o fácil acesso, estando próxima a grandes cidades como Goiânia, Uberlândia e Brasília.

10. Ilha de Marajó, Pará

Ilha-de-Marajo

Nada com aproveitar as férias para explorar um dos melhores destinos no Brasil! Que tal rumar para Marajó, na região da Amazônia? Trata-se do maior arquipélago fluviomarinho do mundo, banhada pelo oceano Atlântico e pelos rios Amazonas e Tocantins.

A região abrange mais de 2.500 ilhas e ilhotas e dezenas de municípios, mas a Ilha de Marajó é a principal e melhor localidade para começar a explorar o arquipélago. É a maior ilha do Brasil, na foz do Rio Amazonas.

Da capital Belém, pega-se um catamarã com destino a Soure, a “capital” da ilha. É nesta área que estão as melhores praias, pousadas e restaurantes. Entre os programas imperdíveis por lá, estão passeios de búfalos (muito comuns nas planícies da região); observar aves raras (como o guará) e os jacarés em passeios pelos igarapés; e praticar esportes variados, como rafting e uma boa caminhadas pela selva.

11. Imbituba, Santa Catarina

Imbituba

As praias de Santa Catarina são geralmente consideradas caras, especialmente no verão. Mas Imbituba, no litoral sul, é uma das mais acessíveis – fica no caminho entre as populares (e mais caras) Garopaba e Laguna. Suas belas praias atraem veranistas de todos os cantos do país, incluindo muitos surfistas, que vão em busca das famosas ondas da região. Oficialmente, são pouco mais de 40 mil habitantes, mas a cidade recebe “hóspedes” novos todos os anos, quando baleias-francas fogem do inverno antártico e migram para águas mais quentes para iniciar o período de reprodução. Portanto, tornou-se programa obrigatório dos visitantes de Imbituba, entre os meses de julho e setembro, observar e apreciar este espetáculo da natureza.

 

Fonte: Site Momondo

https://www.momondo.com.br/inspiracao/destinos-baratos-brasil/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s