10 Cervejas para beber no inverno.

O frio está aí e as baixas temperaturas pedem que você deixe a cerveja gelada de lado para investir em bebidas mais quentes, certo? Errado! É nessa época do ano que você pode descobrir novos sabores e rótulos, investindo em cervejas para o inverno.

A diferença aqui é na escolha dos estilos. Para os dias frios, as cervejas recomendadas são as de teor alcoólico mais elevado – que promovem a sensação de aquecimento – e sabores mais intensos e complexos (com rótulos até envelhecidos em barris), como uma Stout, Tripel e Barley Wine, por exemplo. Contrapondo as ditas ‘pilsen’ brasileiras, que apostam na refrescância e em temperaturas geladas, essas cervejas devem ser degustadas acima de 6 graus para melhor apreciação. Por isso mesmo, algumas cervejarias apostam em cervejas sazonais para essa época do ano.

Confira algumas sugestões de cervejas para o inverno:

1. BADEN BADEN CHOCOLATE (6% ABV)

baden

Apesar do nome, essa cerveja não leva chocolate em sua fórmula. Para ter o aroma do doce, a Baden Baden Chocolate ganha cacau na sua fervura e baunilha na sua maturação, além dos tradicionais malte de cevada e trigo. Conserva um amargor característico dos maltes tostados e lúpulo, e harmoniza com brownie, petit gateau e chocolate branco.

2. BIER HOFF JERIMOON (8% ABV)

2

Pode parecer estranho e exótico por essas bandas, mas cervejas feitas com abóbora há muito tempo fazem parte da tradição dos países em que a festa de Halloween é comemorada, principalmente nos Estados Unidos. A cervejaria curitibana apostou no estilo estrangeiro, produzindo com a combinação de cinco tipos de malte importados, abóbora caramelizada, além de especiarias como canela, gengibre, cravo, noz-moscada e pimenta da Jamaica. Tem notas marcantes de cravo e abóbora, lembra bastante o doce de abóbora com coco, com um toque de picância. O final fica maltado, com um sutil amargor.

3. CAFUZA (9% ABV)

3

Outra cerveja caseira que ganhou fama até ir para a produção em fábrica. Ela é uma mistura entre uma Imperial India Pale Ale com maltes escuros de uma Stout, resultando em uma mistura de aromas e sabores que apresentam café, chocolate, caramelo e aromas cítricos. Foi considerada por muitos a melhor cerveja de panela.

4. BAMBERGERATOR (8,2% ABV)

4

Essa Doppelbock da Bamberg é sazonal e tem como destaque a presença de malte, tanto no aroma quanto no sabor. O lúpulo equilibra a doçura do malte e deixa a cerveja bem mais palatável. Apesar do alto teor alcoólico, ele não predomina no aroma e no sabor, oferecendo a sensação de calor necessária para uma cerveja de inverno.

5. TUPINIQUIM/EVIL TWIN BRAZIL METRO MAN IMPERIAL STOUT (10,7% ABV)

5

Uma cerveja colaborativa feita entre a dinamarquesa Evil Twin e a brasileira Tupiniquim. Coloração negra, creme de boa formação e média persistência, no aroma notas de café, chocolate amargo e caramelo sendo sentidos também no sabor. O final é suavemente amargo. Vai bem com queijo brie, gouda e cheddar; lombo de porco, feijoada e churrasco.

6. DUM PETROLEUM (12% ABV)

6

A receita foi feita por cervejeiros caseiros quando ainda não existia Imperial Stout fabricada no Brasil. Ela é uma bebida negra como o petróleo e leva adição de cacau e aveia. O resultado são notas aromáticas de café e chocolate meio amargo, vindo dos maltes tostados e da adição do cacau belga.

7. WÄLS QUADRUPEL (11% ABV)

7

Com toda a tradição belga, a Quadruppel é uma cerveja para quem busca grandes experiências sensoriais. A breja é maturada com chips de carvalho francês embebidos em legítima cachaça mineira. Com um aroma frutado e picante, o rótulo é elaborado com diversos tipos de maltes, lúpulos e leveduras de características belgas.

8. COLORADO ITHACA (10,5% ABV)
8

Apesar de brasileira, essa Imperial Stout é do estilo tipicamente inglês. A Ithaca é uma cerveja de alta fermentação, com alto teor alcoólico, elaborada com generosas quantidades de malte e lúpulo, somado com o toque da rapadura queimada, genuinamente brasileira. O rótulo conquistou medalha de ouro na categoria British-Style Imperial Stout no Festival Brasileiro da Cerveja de 2014.

9. MEIA NOITE JÚPITER (6,5% ABV)

jupiter3

A cerveja brasileira Júpiter Meia Noite Robust Porter é uma Porter mais encorpada devido à presença de aveia, notas amadeiradas pela maturação com carvalho e baixo amargor. Conquistou a medalha de ouro na categoria Porter, no Festival Brasileiro de 2015. Líquido marrom escuro, pouca formação de espuma, tem aroma de café, baunilha e torrefação. Vai bem com carnes grelhadas e queijo parmesão.

10. BROOKLYN BLACK CHOCOLATE STOUT (10% ABV)

9

A cerveja sazonal da Brooklyn conta com uma coloração escura e espuma marrom de média formação. No aroma, café, chocolate amargo e frutas secas. No sabor, acompanha chocolate, café expresso, toffee e um amargor intenso do lúpulo.

.

Fonte: https://manualdohomemmoderno.com.br/cerveja/9-cervejas-para-o-inverno
Manual do Homem Moderno

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s